10 Maneiras de Saber se o Hotel esta Seguro contra o Covid 19

10 maneiras sanitização

10 Maneiras de confirmar se o hotel escolhido está seguro contra contaminação da COVID19

Nesse momento em que começamos a retomar a vida, seja no trabalho ou lazer, as viagens estão voltando a acontecer.

Muitas pessoas começando a viajar porque precisam, o trabalho exige esses deslocamentos, que por 04 meses foram interrompidos e outras pessoas estão começando a viajar, porque precisam mesmo sair de casa, muitas com seu emocional bem abalado.

Algumas famílias, percebendo que seus filhos, crianças, que se viram obrigados a não sair, a ter a rotina interrompida, sem escola, sem amiguinhos, sem liberdade; estão agora tentando aliviar essa tensão e dar um pouco de liberdade e mobilidade para toda família.

Isso é mesmo uma questão de saúde e não somente lazer.

Porém, precisamos ter a certeza de não estarmos correndo grandes riscos e nem de colocar a nós mesmos ou os outros em situação de vulnerabilidade.

Precisamos tomar uma série de precauções e nos certificar com garantias sobre o local onde vamos viajar e principalmente o hotel onde vamos nos hospedar.

Recomendamos aqui 10 medidas que são fundamentais para a escolha do hotel neste momento, para sua segurança, para sua família e para o bem comum:

 

  1. Feche sua reserva através de uma agência de confiança que selecionará apenas hotéis garantidos com os protocolos contra a contaminação. Fechando direto você só consegue a informação do próprio estabelecimento sem a assinatura de um agente externo.
  2. Peça o protocolo escrito com as normas.
  3. Neste protocolo, certifique-se que está sendo feito a SANITIZAÇÃO dos quartos e ambientes comuns
  4. Neste protocolo, verifique a obrigatoriedade do uso de máscaras. Não se iluda em achar que você pode ficar sem, que o lugar é aberto. Se permitirem a você, estão permitindo a todos e então você estará em risco.
  5. Observe com atenção a forma de serviço das refeições. Caso seja a la carte, como é feito. Caso seja serviço de buffet, se quem serve é um único funcionário ou se o cliente se serve com luvas, máscaras e esterilização dos pegadores.
  6. Atente para os ambientes fechados, se algum estará em funcionamento, caso sim, que seja por agendamento de horários.
  7. Verifique qual o percentual de ocupação que estão praticando. Neste momento a maioria das cidades e estados estão trabalhando com no máximo 50% de ocupação.
  8. Verifique a possibilidade de check in e check out on line
  9. Pesquise como está o crescimento da doença na cidade em questão, se já está em queda ou crescendo, caso possa optar, claro faça a opção por lugares já em melhor situação de contaminação.
  10. Não confie apenas em selos de segurança, o importante é a confiança de quem fará sua reserva e os protocolos criteriosos, esses selos são fáceis de tirar e com algumas exceções, os órgãos competentes não conseguem supervisionar.

Feito isso tudo, o melhor é relaxar e curtir a viagem! Afinal você tomou as medidas necessárias e seguirá com os protocolos que aceitou e concordou.

Caso vá viajar de avião, fique atento aos protocolos exigidos pelas cias aéreas, o que a agência de viagens te informará com certeza, mas também seja cuidadoso em seu tempo no aeroporto.

Caso vá viajar de ônibus, sugerimos uma atenção a mais, pois, o ônibus é um ambiente menos fiscalizado do que os aviões.

E se for em seu próprio carro, tudo é bem mais tranquilo, atenção nos lugares que porventura vá parar para um café. Que seja um ambiente limpo, com louças esterilizadas em sua frente ou descartáveis.

E como uma última dica: leve com você um frasco de álcool gel 70% portátil que caiba no bolso ou na bolsa e máscara, inclusive para troca, caso caia no chão ou você use por muitas horas seguidas.

Não tem jeito, precisamos encarar de frente, cuidar um dos outros e nos cuidar até que a vacina chegue e realmente a gente possa relaxar totalmente!

Até lá, boa viagem com cuidados!

Equipe Hospedar

Deixe o seu comentário