Os hotéis e seus nichos

quem-somos-interno-2

Como falamos no post anterior, não existe uma receita de bolo para aumentar a ocupação de um hotel. E por que não existe? Por que não existem fórmulas que podem gerar resultados para toda área da hotelaria?

Porque  não podemos trabalhar com a idéia que o nicho de mercado da hotelaria é único, claro que existem técnicas de gestão hoteleira, mas só isso não basta.

A hotelaria se divide em várias categorias, e esse é o primeiro passo para começar a definir seu público alvo e onde realmente valerá a pena colocar os esforços e investimentos de marketing.

O tipo de viagem que o hóspede busca definirá também o tipo de hotel que ele ficará hospedado. Portanto são muitas variáveis, para acertar mais e desperdiçar menos tempo e menos dinheiro. Gastar no local certo, com certeza trará resultados mais eficientes.

O hóspede poderá estar viajando á trabalho para uma cidade, como Rio de Janeiro, por exemplo, porém decidiu por sua conta levar a esposa para conhecer o Rio e curtir a cidade maravilhosa. Neste caso, a busca de um hotel business, talvez não seja ideal, a localização será importante também para os acessos aos passeios, a alimentação, um hotel com lazer, enfim, aqui o público alvo não foram os executivos, mas os que buscam lazer , o que definiu a escolha foi o nível econômico a que foi destinado a publicidade deste hotel.

Este exemplo foi para que se entenda quais são as probabilidades e possibilidades que se deve alcançar em uma análise de publico alvo.

O que nunca devemos fazer, e isso sim, é proibitivo, é fazer um plano de marketing que queira abranger vários públicos, sem foco. Com a análise correta de toda estrutura do hotel e seu nicho, devemos determinar, a classe, as preferências, o ticket médio, a idade, a localização, os costumes e interesses e mais algumas definições para focar o público alvo e também qual é o público que queremos escolher para fixar a imagem e a marca do hotel.

Então, é isso. Pode ser uma pousada familiar, um hotel de lazer, um hotel fazenda, um resort, um hotel urbano, um hotel para eventos, uma hospedaria, um hostel, uma rede hoteleira, uma pousada de alto padrão, um hotel business, um eco resort, um spa… não importa. Para cada um, um público e levando em consideração todas as suas características próprias, o que é muito importante salientar.

O tipo de viagem, o tipo de viajante também precisa ser considerado. Turismo de Aventura , Turismo de Experiência, Turismo Estudantil, Intercâmbios, Negócios, Colônia de Férias, Viagens em Família, Viagens Românticas, Viagens em Grupo, Grupos de Terceira Idade e outros.

O crescimento virá e  o sucesso está garantido se o investimento for focado no público certo!

Até mais !!

Equipe Hospedar Hotéis e Viagens

 

Deixe o seu comentário